sábado, 15 de janeiro de 2011

O cavalo cego

''Aprendi que o jeito mais fácil de crescer como pessoa, é me cercar de pessoas melhores que eu''.

Na estrada de uma casa há um pasto. Dois cavalos vivem lá. De longe parecem cavalos como outros quaisquer, mas, quando se observa com mais atenção, é fácil de perceber que um deles é cego.
Contudo, o dono não se desfez dele e arrumou-lhe um amigo. Um cavalo mais jovem.
Ouve-se um sino. Procurando de onde vem o som, descobre-se que existe um pequeno sino no pescoço do cavalo novo. Assim, o cavalo cego sabe onde está o seu companheiro e aproxima-se dele.
Ambos passam o dia a comer e, no final da tarde, deslocam-se até ao estábulo. E o pobre cavalo guia-se pelo som do sino, confiante que o outro lhe leva para um lugar seguro.

Como o dono desses dois cavalos, Deus não se desfaz de nós só porque não somos perfeitos, ou porque temos problemas, ou desafios.
Ele cuida de nós e faz com que outras pessoas venham na altura em que mais precisamos.
Algumas vezes somos o cavalo cego guiado pelo som do sino daqueles que Deus coloca em nossas vidas. Outras vezes, somos o cavalo que guia, ajudando os outros a encontrar o seu caminho.
E assim são os bons amigos. 

Ouça o meu sino! E eu também ouvirei o seu.
Viva de maneira simples! Ame generosamente! Cuide com devoção! Fale com bondade!
Pense antes de agir para não se arrepender.

3 comentários:

  1. Que LINDO!!
    Derreti-me toda a ler, a história desse dois cavalos é linda, a amizade é uma coisa FANTÁSTICA!
    Beijo Grande!<3

    ResponderEliminar
  2. 22 de janeiro e euzinha estou a chorar bendito és tu que colocou isto no ar[ e fez a amizade mais bela que os jardins] faço meu niver com 200 mulheres e respeito cada uma delas com defeitos ou não porqque só quem conhece elas é meu grandioso bom Deus.

    ResponderEliminar