sábado, 29 de janeiro de 2011

Os póneis são cavalos anões?

Não, na verdade é o contrário, "Os outros cavalos é que são super-crescidos". Para entender melhor essa questão sobre o tamanho dos cavalos, é preciso voltar no tempo.
O antepassado comum de todos os equídeos, chamado de hyracoterium, tinha o tamanho de uma raposa. A evolução desse ancestral, levando em conta a disponibilidade de alimento, é que deu origem aos mais diferentes tipos de cavalo.

Os do tipo sela, ideais para montaria, desenvolveram-se em regiões com predominância de gramíneas e poucos arbustos para se esconder. Com isso, se por um lado tinham à disposição alimento de média qualidade, do outro precisavam ser rápidos e ágeis para escapar de predadores.

Já os cavalos do tipo tração, usados para o trabalho pesado, viviam em regiões de floresta, com predominância de plantas leguminosas, ricas em proteína. Assim, eles tinha alimento de alta qualidade (o que ajudou a desenvolver sua força) e facilidade para se esconder (o que não exigiu um aprimoramento da velocidade). Já os cavalos que deram origem aos póneis viviam em regiões de clima inóspito, como o norte da Europa e da Ásia, e tinham uma alimentação muito deficiente, o que barrou o seu crescimento. "Por um processo de selecção natural, só sobreviviam os menores. Esse grupo deu origem a todas as raças de pónei do mundo". De acordo com a definição mais usual, póneis são cavalos que medem menos de 1,47 metros. Mas muitos deles não atingem nem 1 metro, uma diferença e tanto em relação aos cavalos comuns, que, dependendo da raça, podem chegar a até 1,90 metro.

Os cavalos de raça Falabella são aqueles cavalos mais pequenos do mundo pois a sua altura máxima é de 76 cm, o que é impossível montar este cavalo.

3 comentários: