sábado, 26 de fevereiro de 2011

Diário de um cão

Eu sei que isto não está relacionado com cavalos. No entanto, este blog também pode publicar alguma coisa sobre outros animais.

Nesta publicação, o vídeo retrata um pouco a vulgaridade da vida de alguns cães abandonados e pretende, de certa forma, apresentar uma lição.


A minha questão agora é:

Por que é que as pessoas pensam que os animais são irracionais, se eles demonstram também sentimentos e emoções?

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Desenhos e Pinturas

Posso dizer que estes desenhos foram encontrados na Internet, alguns em anónimo mas outros já com o seu nome gravado na própria imagem.

Ficam aqui alguns desenhos em papel e em tela.







Para agora foi o que consegui encontrar. Se caso conseguir ver mais, eu publico.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Desculpem

O blog esta semana tem andado parado porque a escola não me deixa ''respirar''.
Desculpem!
Porém, neste fim de semana, já vou começar a publicar notícias no blog.

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Algo extraordinário!

Um dia, o cavalo de um camponês caiu num poço. Não chegou a se ferir, mas não podia sair dali por conta própria. Por isso o animal relinchou fortemente durante horas, enquanto o camponês pensava no que fazer.
Finalmente, o camponês tomou uma decisão cruel: concluiu que o cavalo já estava muito velho e não servia para mais nada, e também o poço já estava mesmo seco, precisaria ser tapado de alguma forma.
Portanto, não valia a pena se esforçar para tirar o cavalo de dentro do poço. Ao contrário, chamou seus vizinhos para ajudá-lo a enterrar o animal vivo. Cada um deles pegou uma pá e começou a jogar terra dentro do poço.
O cavalo não tardou a se dar conta do que estavam fazendo com ele, e relinchou desesperadamente.
Porém, para surpresa de todos, quietou-se depois de umas quantas pás de terra que levou.
O camponês finalmente olhou para o fundo do poço e se surpreendeu com o que viu. A cada pá de terra que caía sobre suas costas o cavalo a sacudia, dando um passo sobre esta mesma terra que caía ao chão.
Assim, em pouco tempo, todos viram como o cavalo conseguiu chegar até a boca do poço, passar por cima da borda e sair dali trotando.

Moral: A vida vai lhe jogar muita terra, todo o tipo de terra. Principalmente se você já estiver dentro de um poço.
O segredo para sair do poço é sacudir a terra que se leva nas costas e dar um passo sobre ela.
Cada um de nossos problemas é um degrau que nos conduz para cima, não devemos reclamar do que ocorre connosco e sim, buscar forças para vencer. Podemos sair dos mais profundos buracos se não nos dermos por vencidos. Use a terra que te jogam para seguir adiante e vencer seus obstáculos.

Recorde as 5 regras para ser feliz:
1 – Liberte o seu coração do ódio;
2 – Liberte a sua mente das preocupações;
3 – Simplifique a sua vida;
4 – Dê mais e espere menos;
5 – Ame mais e… aceite a terra que lhe jogam, pois ela pode ser a solução, não o problema.

Texto escrito por: Autor desconhecido, infelizmente.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Pensamentos do Cavalo

Somos todos acostumados a ver cavalos na rua, nas hípicas, nos sítios e fazendas. Grandes e fortes criam-nos imagens e passam ideias de rusticidade e robusteza. Ao mesmo tempo são belos, formosos com crinas ao vento, fazendo com que uma forma diferente de animal apareça em nossa visão. De diferentes pelagens, geram cores que combinam com a natureza e com os ambientes em que vivem.

Se perguntarmos para a maioria das pessoas, talvez esta será as descrições que encontraremos. Mas, existem muito mais coisas em um cavalo do que somente cores, patas, crinas e tamanho.

Existe dentro de um cavalo algo diferente, que não estamos acostumados e ver por ai. Um “kit” se é que podemos chamar assim, que vem com todos os cavalos, e que acabam por apaixonar as pessoas que encontram-se à sua volta.

Cavalos são animais de defesa. São comidas de outros bichos da natureza, e por isso possuem instintos que os tornam especialistas em fuga e medo. Têm medo das coisas que não conhecem e fogem quando em perigo. Sempre pensam assim, a não ser em 2 situações que conhecemos muito: quando são ensinados pela quebra do medo tornado isto em confiança e quando se relacionam com outros seres vivos puros, inocentes e principalmente honestos e limpos de maldade.

O citado “kit básico” que os cavalos possuem ainda é formado por mais algumas características que fazem destes animais ainda mais especiais e apaixonantes, como por exemplo, a honestidade nos actos, a cumplicidade com o próximo membro do grupo, a confiança pelo conforto, o respeito pelos indivíduos mais experientes. Os cavalos ainda possuem uma característica interessante: são animais que julgam as coisas por duas formas: o que eles entendem e aceitam e o que eles não entendem e não aceitam. Isto significa que quando um cavalo não entende ou não aceita algo, ele não faz e diz isto ao seu próximo com toda a calma e clareza. Não possuem “meias palavras”, não são de enganar ou de ficar protelando uma informação ou causa. Além disso, ainda tem mais: quando aprendem a confiar em algo ou alguma situação, entregam-se com o coração para sempre fazerem o melhor.

Amigos, estes são apenas alguns motivos reais, estudados e confirmados, pelos quais somos tão apaixonados pelos cavalos, e também a real razão de os cavalos serem parceiros dos terapeutas na equoterapia. Entregam-se de verdade a seus praticantes. Pensam junto com os terapeutas. Realizam as coisas da melhor maneira possível, buscam a perfeição. Se assistires a uma sessão de equoterapia terá uma sensação única e indescritível: a de ver, enxergar o pensamento de um ser vivo. Parece que não? Tenha certeza que sim. A entrega é tanta, a dedicação é tamanha, que acompanhando um cavalo na difícil e deliciosa tarefa de carregar um praticante da equoterapia, verás pela primeira vez os pensamentos de um cavalo...



segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Dia especial

14 de Fevereiro é um dia muito conhecido por ser considerado O Dia Dos Namorados ou o dia de S.Valentim.

É claro que deste dia não engloba apenas os namorados, porque amar, também amamos os amigos e a família.

Hoje, tinha visto na minha escola um cartão em forma de coração que dizia Eu adoro os cavalos, mais o nome de quem fez o cartão e atrás tinha o desenho de um cavalo.

É claro que as pessoas também se lembram dos seus animais preferidos. Neste dia, alguém se lembrou dos cavalos. Pois é... e eu não me podia esquecer de tal. Os cavalos também tem o direito de celebrar este dia.
Tenho aqui umas imagens de amor entre eles.



E o mesmo amor mas com pessoas...

                         
E com outros seres.


Os cavalos conseguem sempre ganhar amigos sem serem da mesma espécie, visto que eles já nascem com o dom de serem muito sociais.
Continuação de um Feliz Dia dos Namorados! <3

Letras e Nomes

Desde há muito tempo se criou uma tradição de atribuir aos cavalos de raça nomes cuja a primeira letra corresponde ao ano que nasce.
Vejamos desde 1978 até 2016 e as letras que os identificam.


1978U;
1979V;
1980X;
1981Z;
1982A;
1983B;
1984C;
1985D;
1986E;
1987F;
1988G;
1989H;
1990I;
1991J;
1992L;
1993M;
1994N;
1995O;
1996P;
1997Q;
1998R;
1999S;
2000T;
2001U;
2002V;
2003X;
2004Z;
2005A;
2006B;
2007C;
2008D;
2009E;
2010F;
2011G;
2012H;
2013I;
2014J;
2015L;
2016M;

Os cavalos conseguem viver até 30 a 35 anos!
Atenção: Esta tradição não é obrigatória.


Curiosidades (part.1)


  • Os cavalos possuem um amplo campo de visão lateral, mas muito limitado ao frontal. A sua vista é boa em curto e longo alcance, mas não é assim tão boa a médias distâncias. Relativamente à sua visão distinguir cores, ele só distingue o verde, o amarelo e o cinzento. 
  • Os cavalos têm a capacidade de reconhecer sons a grandes distancias e vozes familiares. 
  • O cavalo utiliza o seu olfacto para procurar alimentos e no caso do potro, também para reconhecer a mãe. 
  • O desporto hípico teve origem nos torneios e jogos com cavalos que se faziam enquanto se descansava da guerra. 
  • O cavalo consegue pôr-se em três patas, o que lhe permite descansar e até dormir de pé. 
  • O cavalo é curioso por natureza e isto é provado pelo facto de ele aproximar-se rapidamente à porta ou cancela quando alguém passa ou chama. 
  • A gestação duma égua dura de 340 a 345 dias e a égua só dá à luz uma cria por parto. 
  • A melhor forma de disciplinar os cavalos que mordem é com uma palmada no pescoço.
  • Para conhecer a idade de um cavalo, podemos ver a partir da sua dentadura. À medida que envelhece, a sua dentadura inclina-se para a frente.
  • Segundo os rumores, o cavalo não teve origem na Europa, mas sim que foi importado de alguma região oriental para uso doméstico. 
  • Os cavalos e as zebras fazem parte da mesma família. Alguns cavalos apresentam mesmo listas na parte inferior das patas e mais raramente no dorso, exemplo disso é o Sorraia. 
  • A família à qual pertence o cavalo chama-se “Equus” que significa veloz em grego. 
  • O antepassado mais longínquo do cavalo não tinha mais de 20 cm. Tinha também três dedos nas patas da frente e quatro nas patas de trás, em vez de um casco.

sábado, 12 de fevereiro de 2011

O cavalo com o maior rabo do mundo

O cavalo com a maior cauda do mundo chama-se Summer, um cavalo pintado americano. Summer está no Guiness Book e a cauda tem nada mais nada menos que 3,8 metros!

Vejam...




É um cavalo lindo, não é?

Um vídeo sobre Saltos de Obstáculos


Nem sempre é fácil saltar na perfeição.
"Mas quando os dois se transformam em um só, não há medo!".
O que é importante é serem uma equipa. É preciso ter uma boa relação com seu cavalo e criar um vínculo com o mesmo!

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Atenção!

Caros Leitores(as) do blog, queria vos informar que o blog já completou 1000 VISUALIZAÇÕES!!
Agradeço imenso a vossa disponibilidade para visitarem, comentarem e votarem para que o blog esteja sempre a crescer. Continuem a visitar até chegarmos aos 2000!
O blog Amantes De Cavalos vai continuar a publicar, e agora haverá curiosidades sobre cavalos (em breve). São mesmo muito interessantes.

E vou continuar a mostrar aos leitores, que os cavalos são animais únicos.









 

domingo, 6 de fevereiro de 2011

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

É como uma criança...

Cuidar de um cavalo é como cuidar de uma criança
Os nossos animais dependem de nós para terem casa, comida e carinho.
Como uma criança tudo que fazemos, brincar dá mais resultado.
Como uma criança, temos que criá-lo e ensiná-lo a ser uma pessoa feliz.
E se queremos algo deles, como subir nas suas costas e passear ou trabalhar, temos que dar algo em troca.
Esta troca é respeito e amor.
Alimentação também.
Uma criança deve comer bem e regularmente.
O cavalo não deve comer logo antes ou depois de muito trabalho.

Pense no seu filho:
Você dá-lhe mais comida no fim de semana porque ele vai brincar mais?
Você não o manda esperar a digestão para voltar a brincar?
Você muda a alimentação dele da noite para o dia?

A parte de atividade física do cavalo também segue a mesma regra.
Uma criança vai para a escola todos os dias e aprende disciplina, horários, educação física e muito mais.
Aprende também os horários de brincar e descansar.

No fim de semana pode brincar mais solta.
Você escraviza seus filhos dando para eles mais serviço do que eles podem aguentar?
Como uma criança, o seu bem mais precioso é a atenção. Um machucado que passa desapercebido, pode se transformar em algo sério.
Conheça o seu amigo, desenvolva o carinho entre vocês.
Mesmo o cavalo de um campo, sem abrigo mas cheio de liberdade, precisa da sua atenção.





Imagem do Mês (Fevereiro)

O blog Amantes de cavalos já tem um mês de existência. Muito obrigada pelas vossa opiniões, os vossos votos e visualizações.

Cá vai a imagem de Fevereiro,