quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Pensamentos do Cavalo

Somos todos acostumados a ver cavalos na rua, nas hípicas, nos sítios e fazendas. Grandes e fortes criam-nos imagens e passam ideias de rusticidade e robusteza. Ao mesmo tempo são belos, formosos com crinas ao vento, fazendo com que uma forma diferente de animal apareça em nossa visão. De diferentes pelagens, geram cores que combinam com a natureza e com os ambientes em que vivem.

Se perguntarmos para a maioria das pessoas, talvez esta será as descrições que encontraremos. Mas, existem muito mais coisas em um cavalo do que somente cores, patas, crinas e tamanho.

Existe dentro de um cavalo algo diferente, que não estamos acostumados e ver por ai. Um “kit” se é que podemos chamar assim, que vem com todos os cavalos, e que acabam por apaixonar as pessoas que encontram-se à sua volta.

Cavalos são animais de defesa. São comidas de outros bichos da natureza, e por isso possuem instintos que os tornam especialistas em fuga e medo. Têm medo das coisas que não conhecem e fogem quando em perigo. Sempre pensam assim, a não ser em 2 situações que conhecemos muito: quando são ensinados pela quebra do medo tornado isto em confiança e quando se relacionam com outros seres vivos puros, inocentes e principalmente honestos e limpos de maldade.

O citado “kit básico” que os cavalos possuem ainda é formado por mais algumas características que fazem destes animais ainda mais especiais e apaixonantes, como por exemplo, a honestidade nos actos, a cumplicidade com o próximo membro do grupo, a confiança pelo conforto, o respeito pelos indivíduos mais experientes. Os cavalos ainda possuem uma característica interessante: são animais que julgam as coisas por duas formas: o que eles entendem e aceitam e o que eles não entendem e não aceitam. Isto significa que quando um cavalo não entende ou não aceita algo, ele não faz e diz isto ao seu próximo com toda a calma e clareza. Não possuem “meias palavras”, não são de enganar ou de ficar protelando uma informação ou causa. Além disso, ainda tem mais: quando aprendem a confiar em algo ou alguma situação, entregam-se com o coração para sempre fazerem o melhor.

Amigos, estes são apenas alguns motivos reais, estudados e confirmados, pelos quais somos tão apaixonados pelos cavalos, e também a real razão de os cavalos serem parceiros dos terapeutas na equoterapia. Entregam-se de verdade a seus praticantes. Pensam junto com os terapeutas. Realizam as coisas da melhor maneira possível, buscam a perfeição. Se assistires a uma sessão de equoterapia terá uma sensação única e indescritível: a de ver, enxergar o pensamento de um ser vivo. Parece que não? Tenha certeza que sim. A entrega é tanta, a dedicação é tamanha, que acompanhando um cavalo na difícil e deliciosa tarefa de carregar um praticante da equoterapia, verás pela primeira vez os pensamentos de um cavalo...



2 comentários:

  1. sem palavras quer dizer só uma está lindo!!!!!!!!!!!

    ResponderEliminar
  2. sou apaixonada por cavalos ; tenho uma egua campolina de dez anos chamada sandy. ela esta doente com sintomas de epm ;estamos fazendo tudo o que e possivel, masestou muito triste ;nao sei se ela vai resistir mara divinolandia sp.

    ResponderEliminar