segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Como pegar nas rédeas




Uma ''boa mão'' é um dos segredos da equitação e quer dizer que o cavaleiro é capaz de manter, através das rédeas, um contacto constante e suave com a boca do cavalo.

Para isso os polegares têm que se manter virados para cima e os nós dos restantes dedos virados uns para os outros. Nesta posição as rédeas vindas da boca do cavalo entram nas mãos por baixo dos dedos mínimos ou entre estes e os anelares sobem no interior dos restantes, saindo por cima dos indicadores, contra os quais são apertadas pela força dos polegares, atuando como poderosas alavancas fixadoras. São os restantes dedos que apertando-se ou afrouxando-se mais ou menos (como que espremendo as rédeas) asseguram a indispensável elasticidade do contacto entre a mão e a boca. A ponta restante da rédea, onde normalmente existe um cosido ou uma pequena fivela, cai normalmente para a direita junto à tábua do pescoço do cavalo.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Filme baseado na equitação

S. Valentim atrasado


Para aqueles que amam cavalos e que não deixaram de pensar neles no dia 14 de Fevereiro!

Lembram-se?

  

Lembram-se da publicação deste filme que tinha feito no meu Blog? É verdade, agora o filme está a ser um sucesso, ou seja, a sua publicidade aparece em todo o lado e o ''Cavalo de Guerra'' de Steven Spielberg tem andado nos cinemas! Quem é que não ter curiosidade em assistir a este belíssimo trabalho?
Espero que tenham todos oportunidade em ver!

Como são os cavalos em todo o mundo?

  • Butão (Bhutan)
Butão (que significa ''Terra do Dragão'') é um pequeno e fechado território nos Himalaias, encravado entre a China, a norte e oeste, e a Índia, a leste e sul. A sua capital é Thimphu.
Os cavalos de Butão são utilizados em grande parte, para o trabalho e na agricultura.
 

Nos finais dos anos 1960 e 70, o governo austríaco enviou vários pequenos rebanhos de cavalos Haflinger ao Butão para trabalhar em uma fazenda suíça. No entanto, a raça Haflinger foi considerada inadequada para as pessoas locais, eles eram muito grandes e não tinham pé firme o suficiente para o terreno.

Mas recentemente, em 2000, uma pessoa ouviu falar de cavalos Spiti que foram importados para começar um programa de melhoramento julgamento. O Spiti tem características semelhantes aos animais locais e espera-se que será mais adequado para as necessidades dos moradores.

Cavalo em Dzongkha é kurta
Cavalo em Nepali é ta


Horse in Bhutan
Horse in BhutanHorse in Bhutan
Horse in Bhutan
 

Imagem do mês

 
 Cumprimentos,